como_escolher_a_franquia_ideal

Como Escolher a Franquia Ideal?

Categoria: 

Com um modelo de negócios testado e aprovado, as franquias têm conquistado cada vez mais o interesse dos empreendedores brasileiros. Mas, em meio a tantas opções, como escolher a franquia ideal para você?

Para responder essa dúvida muito comum, confira algumas dicas:

Você sabe o que é franquia e como ela funciona?

O primeiro passo é entender a fundo como funciona esse modelo de negócio.

De acordo com a lei 8.955/94, franquia empresarial é o sistema pelo qual o franqueador cede ao franqueado o direito de uso de marca e patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços e, eventualmente, também o direito de uso de tecnologia de implantação e administração de negócio ou sistema operacionais desenvolvidos ou detidos pelo franqueador, mediante a remuneração direta ou indireta, sem que, no entanto, fique caracterizado vínculo empregatício.

De olho no negócio

Mais do que compreender o negócio, é importante entender os direitos e deveres de cada uma das partes e características próprias de cada rede. Por exemplo:

– Duração do contrato

Normalmente, os contratos de franquia têm prazo definido e podem ser renovados ou não a critério do franqueador. O ideal é que prazo do contrato exceda o tempo estimado para o retorno do capital investido pelo franqueado.

– Transferência de conhecimento e treinamentos

O know-how do modelo de negócios deve ser transmitido através de treinamentos, mas também precisa estar descrito em manuais para que o franqueado possa aplicá-lo no dia a dia do negócio, caso tenha dúvidas.

– Atenção aos padrões

É fundamental que o franqueado siga os padrões exigidos pela franquia – é isso que vai garantir o funcionamento do modelo de negócios. Caso sinta que são necessárias mudanças, o franqueado não deve tomar medidas por conta própria.

Avalie seu perfil

É preciso se conhecer bem: nem todo empreendedor serve para ser franqueado. Como as regras de padrão são bastante restritas, quem gosta de colocar suas ideias em prática pode se sentir frustrado. Por isso, é importante avaliar se você é capaz de se adaptar às regras do negócio e se tem afinidade com o mercado em que pretende atuar. Você realmente precisa gostar do vai fazer: não adianta abrir uma padaria se não gosta de acordar cedo. Se o trabalho se tornar um fardo, não valerá a pena.

Avalie a franquia e o franqueador

Não poupe perguntas, procure saber o máximo que puder sobre a estrutura organizacional do franqueador, serviços oferecidos, o programa de treinamento, produtos ou serviços. Analise cuidadosamente as informações da Circular de Oferta de Franquia, e cheque com os franqueados se tudo o que está escrito ali é verdadeiro. Não deixe de procurar os ex-franqueados, aqueles que, por qualquer motivo, abandonaram a rede, ou foram excluídos dela.

Analise suas finanças

Lembre-se que o investimento precisa ser um dos fatores determinantes para escolher um negócio. É importante ter em mente que é responsabilidade do franqueado ter uma reserva para se manter nos meses seguintes. Por isso, o candidato a franqueado deve ter a noção de que, além do investimento na franquia, será preciso contar com um bom capital de giro – o ideal é ter ao menos três meses do valor do capital de giro reservado.

Capacite-se sempre

Estude o mercado em que quer atuar e nunca deixe de se capacitar. Órgãos como o SEBRAE oferecem cursos gratuitos e informações para que você possa solucionar dúvidas e se tornar um empreendedor cada vez mais capacitado.

Razões para apostar no mercado de franquias

Erros que podem prejudicar o sucesso da sua franquia

Seja um franqueado da Direito de Ouvir

Compartilhar

Comentários

Quem sou eu?

fred-abrahao

Graduado em Direito pela UNIFRAN, o empresário abriu seu primeiro negócio aos 19 anos. Com o know-how e determinação de quem começou cedo no mundo dos negócios, em 2007 criou a Direito de Ouvir e em 2016, a Seu Gado, empresas inovadoras em seus segmentos no Brasil.

Leia mais...