O Que É Ser Empreendedor No Brasil Hoje?

Categoria: 

A corrupção brasileira é conhecida no mundo todo. Infelizmente, esse traço tão recorrente aos membros dos três poderes parece ser algo que tem sua raiz na própria cultura do país. Basta lembrar do famoso “jeitinho brasileiro”.

Com certeza, isso gera um incômodo muito grande em nós, já que essa visão pode mostrar que esse problema nunca acabará. Contudo, a única coisa que pode realmente dizer se a falta de ética terá fim ou não são nossas atitudes diárias.

É responsabilidade e dever de cada um lutar e fazer sua parte para que a corrupção não continue se alastrando. Mas como?

O primeiro passo é policiar a si mesmo, tomar atitudes éticas e arcar com as consequências. Ou seja, ser exemplo mesmo quando parece que ninguém está olhando. Quando você é líder, esse exemplo é ainda mais importante, já que os seus liderados ou seguirão seus passos ou deixarão o barco.

Quando a questão é a ética na sua própria empresa, é preciso ter em mente que possuir políticas éticas bem definidas é o começo e que esse movimento anti-corrupção não pode ocorrer verticalmente. Medidas institucionais devem ser tomadas para que todos colaborem e possam contribuir para essa cultura benigna.

Além desses exemplos, também é preciso cobrar um comportamento integro por parte de todos e saber como punir com equilibro as faltas cometidas. Ter uma política de recompensa certamente ajudará, mas é preciso saber administra-la muito bem, caso contrário o comportamento ético não será verdadeiro, mas sim motivado por um “bônus”. Ou seja, quando não haver bônus, não haverá integridade. Logicamente, isso deve valer para toda a hierarquia da empresa, não só para os colaboradores.

Precisamos nos lembrar diariamente que a tarefa de reconstruir esse país é de cada um de nós. Não podemos esperar que outras pessoas façam isso. Somente assim nossa mentalidade como nação será alterada.

Cotidianamente, precisamos negar as vantagens sobre os outros, sejam elas do tamanho que forem. Porque quando as aceitamos, adquirimos um demérito, prejudicamos nossos pares e manchamos nosso caráter. Algo que vai muito além do trabalho.

Sendo assim, ser empreendedor brasileiro, atualmente, também é aceitar o desafio de alterar o significado da expressão “jeitinho brasileiro”. É batalhar dia e noite para que ela passe a ser sinônimo de um comportamento ético, justo e íntegro.

Compartilhar

Comentários

Quem sou eu?

fred-abrahao

Graduado em Direito pela UNIFRAN, o empresário abriu seu primeiro negócio aos 19 anos. Com o know-how e determinação de quem começou cedo no mundo dos negócios, em 2007 criou a Direito de Ouvir e em 2016, a Seu Gado, empresas inovadoras em seus segmentos no Brasil.

Leia mais...