como-driblar-movimento-ruim-negocios

Como driblar o movimento ruim nos negócios?

Categoria: 

Os primeiros meses do ano são letárgicos para muitos empreendimentos. A queda nas vendas e no faturamento afeta principalmente o comércio. Mas o que fazer? Como é possível driblar o movimento ruim? Algumas dicas podem ajudar a atravessar esse momento com menos prejuízos. Confira:

Aproveite o momento para prospectar novos clientes – Para captar novos clientes – e quem sabe não retomar o contato com clientes inativos, você pode lançar mal de três canais: e-mail, telefone ou de maneira presencial. Com o correio eletrônico, você pode trabalhar tanto a sua base de clientes – enviando informações sobre promoções, novidades e descontos – quanto buscar novos clientes com a compra de bases de dados. Mas para um resultado em curto prazo, o telefone pode ser mais eficiente. Uma ligação para falar sobre promoções ou até mesmo convidar os clientes para visitarem a loja para um café da tarde ou conhecer novos produtos e serviços pode ser bastante produtiva.

Crie promoções atraentes – Preços atrativos, condições de pagamento especiais ou promoções específicas para este período do ano – como as liquidações que estão se tornando uma espécie de tradição – também podem contribuir para atrair mais clientes. Mas lembre-se: antes de investir em tudo isso, é preciso se planejar. E colocar na ponta do lápis a viabilidade dos descontos.

Planeje os próximos meses do ano – Se você ainda não planejou as promoções para todo o ano, aproveite a tranquilidade destes primeiros meses para se dedicar a essa tarefa. Planeje novas ações de Marketing, reveja suas estratégias e organize suas finanças. É fundamental estar com tudo em ordem para o negócio funcionar.

Reveja seus planos – Se os primeiros meses do ano apenas estão refletindo o inevitável: que o seu negócio vai mal, é preciso parar e repensar seu empreendimento. Nesse caso, vale rever as metas, conversar com sua equipe para tentar entender o que vai mal e não tentar diversificar neste momento.

Um passo muito importante, qualquer que seja a situação, é não se deixar tomar pelo desespero. Se as coisas não estão dando certo, é preciso colocar a cabeça no lugar. De nada adianta entrar no ciclo de ansiedade e estresse provocado pela empresa que não se paga, a tensão na equipe, cobranças, falta de sono, brigas e desentendimentos. Saiba o que fazer quando seu negócio vai mal

Compartilhar

Comentários

Quem sou eu?

fred-abrahao

Graduado em Direito pela UNIFRAN, o empresário abriu seu primeiro negócio aos 19 anos. Com o know-how e determinação de quem começou cedo no mundo dos negócios, em 2007 criou a Direito de Ouvir e em 2016, a Seu Gado, empresas inovadoras em seus segmentos no Brasil.

Leia mais...